Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

MANIFESTAÇÃO

Comerciantes realizam protesto e ACICO toma medidas contra Decreto em Cruzeiro

Os comerciantes reivindicam a flexibilização do Decreto

Postado em 27/02/2021 às 10:59 |

A movimentação iniciou após uma reunião realizada pela ACICO (Foto: Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste)

Em virtude do fechamento do comércio em geral, decretado pelo Governo Estadual e corroborado pelo Município de Cruzeiro do Oeste, vários comerciantes e funcionários se reuniram em frente ao prédio da Associação Comercial de Cruzeiro do Oeste (ACICO) para protestar, logo após a ocorrência de uma reunião organizada pela entidade para determinar as reivindicações a serem apresentadas formalmente à Prefeitura.

Em meio ao movimento, o comerciante Everson Ratti de Castro, proprietário do Restaurante Canaã, apresentou os motivos da revolta do grupo em relação às severas medidas restritivas.

Everson Rartti de Castro / Proprietário / Restaurante Canaã

Comerciantes

A primeira situação é que este Decreto nos pegou de surpresa, poderiam ter avisado com antecedência. Logo no começo do mês? Não tem como fechar o comércio assim. Já estamos numa situação complicada, as vendas estão fracas, é início de mês, movimento bom, a gente compreende lado da saúde também, mas tem tantas atitudes que poderiam ter sido tomadas antes, por exemplo: as tabacarias estavam lotadas, posto lotado, mas não chegar numa sexta-feira à tarde e fazer um decreto deste sem saber das consequências e dos compromissos dos comerciantes. Estou aqui dando um apoio ao movimento, pois também fui penalizado e sei que todos temos compromissos: são fornecedores, funcionários, folha de pagamento e a gente não sabe como vai pagar.

Everson Rartti de Castro / Proprietário / Restaurante Canaã

 

O presidente da ACICO, Anderson Brandani Ribeiro, informou o procedimento oficial realizado pela entidade para protocolar as reivindicações dos comerciantes. “A associação comercial, diante da situação do decreto atual, decidiu através de uma reunião realizada hoje (27/02), que realizará um ofício pedindo a prefeita que faça uma flexibilização, baseando-se no município de Cianorte/PR, pois entendemos que o comércio não é responsável na propagação do coronavírus, principalmente em cidades pequenas onde os comércios recebem no máximo de duas a três pessoas ao mesmo tempo. Portanto, nós estamos pedindo que seja reativado o decreto anterior onde o comércio pode abrir com inúmeras restrições”, esclareceu.

Estavam presentes também os vereadores Cleverson Chagas, Lurdes Moretto, Priscila Cavalcante e Nena Dosso, com posicionamento favorável aos comerciantes, reivindicando a reabertura do comércio com medidas restritivas.

Em contato com a prefeita Helena Bertoco, ela adiantou que não realizará a flexibilização das medidas, tendo em vista que está cumprindo um Decreto do Governo Estadual, em consonância com a AMERIOS, o qual visa a preservação de vidas acima de tudo. "Temos o apoio da Polícia Militar na fiscalização das normas e o Governador foi claro: a medida é dura, mas necessária. Se não cumprirmos o Decreto e vidas forem perdidas, podemos responder por crime contra a saúde pública. A vida em primeiro lugar", afirmou.


Fonte:

Receba as notícias de Cruzeiro do Oeste no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias

data-matched-content-ui-type="image_stacked" data-matched-content-rows-num="2" data-matched-content-columns-num="3">