Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

QUATI JOÃO

Conheça o mascote de prevenção a incêndios ambientais, o Quati João

O Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Paraná tem a honra de apresentar-lhes nosso mascote de prevenção a incêndios ambientais, o Quati João.

Postado em 15/08/2019 às 09:56 |

Corpo de Bombeiros do Paraná. (Foto: Ilustrativa )

Mas o que é um incêndio ambiental? Como ele se inicia? E como se extingue?

Estes são pontos que iremos abordar a seguir com a ajuda de nosso amiguinho.

O que é um Incêndio Ambiental?

O incêndio ambiental é um fogo descontrolado que ocorre em terreno florestal ou silvestre, com capacidade de ganhar tamanho ou mudar de direção muito rapidamente superando obstáculos naturais ou criados pelo homem, utilizando a matéria orgânica existente nesses lugares como combustível.

Como ele se inicia?

No Estado do Paraná possuímos uma vasta área destinada agricultura e também uma grande parte de Mata Atlântica preservada que nas estações de outono e inverno sofrem com uma diminuição significativa das chuvas, o que é conhecido como período de estiagem.

Neste período o solo e os vegetais ficam mais secos, propiciando de forma mais facilitada o início de um foco de incêndio que pode ser provocado pela ação humana com fogueiras mal apagadas, descarte de cigarros em locais inapropriados, queima de entulho, descuido na queima para limpeza de terrenos, quedas de balões acesos e até mesmo o descarte de papéis de bala ou garrafas de vidro no meio ambiente que podem funcionar como uma lupa.

Mas o início de um incêndio ambiental também pode ser provocado por fenômenos naturais tais como com a queda de raios e combustão espontânea.

Por isso é extremamente importante termos consciência em nossas atitudes para que não ocorram incêndios cuidando assim da proteção da natureza.

Como se extingue um incêndio ambiental?

O incêndio ambiental irá se extinguir sozinho após consumir toda a matéria orgânica presente em sua trajetória, mas dependendo da direção do vento e a quantidade de combustível pode demorar dias e consumir milhares de metros quadrados de área vegetal.

O Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Paraná forma nessa época do ano o Grupo de Combate a Incêndio Florestal – GCIF, equipe especializada no combate a incêndios ambientais que com materiais próprios e equipamentos específicos adentram ao incêndio para extingui-lo e diminuir os prejuízos ambientais.

O que devemos fazer ao avistar um incêndio ambiental?

Caso se depare com um incêndio ambiental de pequeno porte, nada maior que 30 centímetros de altura, pode-se apagá-lo com água ou mesmo com a utilização de abafadores feitos de galhos de árvores mesmo, mas se o fogo já está muito alto ou consumindo uma extensão muito grande de vegetação deve-se ligar para o telefone de EMERGÊNCIA do CORPO DE BOMBEIROS – 193 e informar seu nome, telefone, onde é o incêndio, um ponto de referência, que tamanho está o incêndio, que direção o vento está soprando, se há casas próximas ao incêndio e se há pessoas feridas ou em perigo.

Legislação sobre o assunto.

Em nossa legislação temos a lei 9.605/98 que dispõe sobre sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. No artigo 41 da referida lei é determinado que provocar incêndios em mata ou floresta é crime, inclusive na forma culposa, o “sem querer”, e tem como penalidade máxima reclusão de dois a quatro anos e multa.

No artigo 42 da mesma lei há previsão de que fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam gerar um incêndios é crime com pena de detenção de um a três anos e multa.

Fonte:

Deixe seu comentário