Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

MERENDA

Famílias de alunos da rede municipal receberão cestas de alimentos

Alimentos não serão usados na merenda por conta da suspensão das aulas. São aproximadamente 1500 família beneficiadas em Umuarama

Postado em 17/04/2020 às 10:43 |

Cestas devem começar a ser entregues nesta sexta-feira (17) (Foto: Divulgação / Prefeitura de Umuarama)

Cerca de 1.500 cestas de alimentos serão distribuídas pelas escolas da Rede Municipal de Ensino às famílias de alunos inscritas em programas sociais, a exemplo do Bolsa Família. As provisões foram preparadas e embaladas na Divisão de Merenda Escolar, nesta semana. As cestas ficaram prontas e já foram enviadas às escolas, para repassarem às famílias dos alunos. A distribuição seguirá regras definidas pelo decreto municipal 095/2020, a ser publicado nesta sexta-feira (17). 

Cada kit de alimentos contém arroz, feijão, açúcar, macarrão, óleo de soja, café, chá, flocos de milho, fubá, farinha de mandioca e bolachas, entre outros produtos, além de dois quilos de carne congelada (bovina, suína ou de aves). Os alimentos não serão usados na merenda por conta da suspensão das aulas, em razão da pandemia de coronavírus, e totalizam cerca de 30 toneladas.  

“Dividimos os produtos da forma mais uniforme possível. Por conta do volume diferenciado nos estoques algumas cestas ficaram um pouco diferente das demais, porém com quantidade similar. O importante é atender as famílias com alimentos que devem durar semanas”, disse a nutricionista da divisão, Fabiana Tonon Laino. A venda ou utilização para outros fins que não o consumo familiar configura desvio de finalidade e impõe sanções aos infratores.  

A Secretaria Municipal de Educação decidiu em conjunto com o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) distribuir os insumos da merenda às famílias dos alunos. A partilha foi autorizada pela lei federal 13.987/2020 e refere-se aos gêneros adquiridos pelo PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar), em períodos de suspensão das aulas por situação de emergência ou calamidade pública.  

A montagem dos kits de alimentos envolveu trabalho voluntário de conselheiros do CAE e servidores da Divisão de Merenda Escolar, do setor de Transporte Escolar, da Secretaria de Educação e auxiliares de serviços gerais das escolas municipais Cândido Portinari, Vinícius de Moraes e Senador Souza Naves e dos CMEIs Cecília Meireles, Maria Montessori, Ranice Benedito de Araújo Teixeira, Helena Kolody e Graciliano Ramos.


Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas