Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

COMPETIÇÃO

Jéssica Bate-Estaca aniquila Karolina Kowalkiewicz e pede disputa de cinturão

Peso-palha brasileira não toma conhecimento da polonesa, consegue um nocaute fulminante e pede disputa de cinturão contra a campeã Rose Namajunas no UFC.

Postado em 10/09/2018 às 08:27 |

(Foto: Foto: Divulgação)

  Não poderia ser uma noite melhor para a peso-palha brasileira Jéssica Bate-Estaca. Com uma atuação vibrante, e cumprindo a promessa de ir para a trocação contra a polonesa Karolina Kowalkiewicz, Bate-Estaca conseguiu um nocaute fulminante em apenas 1m58s de luta no primeiro round. Com essa vitória, a brasileira deve ser a próxima desafiante ao cinturão da categoria. Após a luta, Jéssica pediu para enfrentar a campeã Rose Namajunas no UFC 232, que acontece no dia 29 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

 A luta começou com a brasileira acertando diversos golpes na polonesa, que sentiu e passou a recuar. Kowalkiewicz recuperou-se e passou a golpear Bate-Estaca, que também pareceu sentir. A luta era disputada de forma intensa, e após uma rápida troca de golpes, a brasileira encaixou um cruzado de direita devastador, que apagou a polonesa imediatamente, forçando o árbitro a encerrar o combate.

Zabit Magomedsharipov finaliza Brandon Davis com chave de perna

Em mais uma bela exibição no octógono, o peso-pena russo Zabit Magomedsharipov finalizou o americano Brandon Davis aos 3m46s do segundo round com uma chave de perna - a mesma que Aljamain Sterling finalizou Cody Stamann no card preliminar. Com a vitória, Magomedsharipov chegou a 16 triunfos em 17 lutas na carreira. Após a luta, o russo desafiou Chad Mendes a enfrentá-lo.

A luta começou com Davis, que substituiu o mexicano Yair Rodríguez com apenas duas semanas de antecedência, atacando as pernas de Magomedsharipov seguidamente. O russo aos poucos ia se aquecendo na luta, e na segunda metade do round já se mostrava mais ativo, buscando atacar primeiro e fintando para conectar os golpes. O americano, por sua vez, mantinha a sua estratégia de atacar as pernas. Magomedsharipov passou ao ataque definitivo nos últimos 30s antes do intervalo, aplicando uma bela queda no americano e dominando suas costas até o fim do round.

Na volta para o segundo round, Magomedsharipov já buscou encurtar a distância e levou a luta para o chão com muita facilidade. Usando o seu wrestling, o russo não permitia que Brandon Davis tivesse espaço para lutar, e o derrubava com alguma facilidade. A dois minutos do intervalo, Magomedsharipov conseguiu uma bela derrubada e dominou as costas do americano. com a posição consolidada, o russo repetiu a finalização de Aljamain Sterling sobre Cody Stamann, esticando a perna de Brandon Davis pelas costas

Jimmie Rivera vence John Dodson em luta morna

Em uma luta equilibrada e sem grandes momentos de emoção, o peso-galo Jimmie Rivera venceu John Dodson por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27 e 29-28). Esta foi a 22ª vitória de Jimmie Rivera em 24 lutas, e a décima derrota de John Dodson em 30 lutas como profissional.

A luta começou com Rivera buscando os chutes baixos e Dodson usando a sua velocidade para desviar e atacar o rival. A estratégia de Rivera era diminuir a movimentação de Dodson atacando as suas pernas com chutes. Tomando a iniciativa da luta, Jimmie Rivera conectava os melhores golpes, com precisão e força, incomodando John Dodson.

O segundo round trouxe o mesmo panorama, com Rivera alternando ataques nas pernas de Dodson com jabs precisos. Dodson não tinha quase nenhuma iniciativa de ataque a Rivera, que atuava com tranquilidade. No terceiro round, na primeira aproximação de Dodson, Rivera acertou um upper de esquerda que o desequilibrou. Os dois lutadores se atacavam pouco, e o público vaiava. Nos últimos segundos, ambos entraram em clinche e trocaram golpes na linha de cintura até o fim da luta.

Abdul Razak Alhassan demole Niko Price em 43 segundos

Não deu tempo nem para suar. Com uma atuação impecável, o peso-meio-médio ganês Abdul Razak Alhassan nocauteou o americano Niko Price em apenas 43s do primeiro round. Esta foi a décima vitória do ganês (todas por nocaute) em 11 lutas na carreira, e a terceira seguida no UFC. Já Niko Price sofreu a segunda derruta em 14 lutas na carreira.

A luta começou em ritmo frenético, com os dois lutadores buscando o nocaute desde o início. Após Price tentar acertá-lo, Alhassan conectou um golpe que levou o americano para a grade, já abalado. Aproveitando-se disso, o ganês conectou um golpe de esquerda e um de direita, que apagaram Price ainda em pé, garantindo a vitória.


Fonte:

Deixe seu comentário

Mais Lidas