Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

PACOTE

Governo investirá R$ 50 milhões em saúde nos 399 municípios

Serão contempladas a atenção e vigilância, aquisição de equipamentos, novas obras e a Operação Verão 2019-2020

Postado em 22/10/2019 às 12:07 |

O anúncio é o primeiro do pacote de investimentos na saúde (Foto: Agência Estadual de Notícias)

O governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta segunda-feira (21), no Palácio Iguaçu, investimentos de R$ 50 milhões para a saúde nos 399 municípios paranaenses. Serão contempladas a atenção e vigilância, aquisição de equipamentos, novas obras e a Operação Verão 2019-2020. 

O governador disse que o anúncio é o primeiro do pacote de investimentos na saúde. Fazem parte dele recursos para hospitais filantrópicos, novos centros de especialidades, a regionalização da saúde com a construção de unidades em regiões vitais do Estado, os leitos de UTI do Complexo do Trabalhador, em Curitiba, mais veículos, e obras e reformas em unidades de saúde de mais de 160 municípios. Ele também citou o compromisso da bancada federal de incluir uma emenda impositiva no orçamento da União para reforçar os investimentos nos consórcios municipais.

“A ideia é aumentar o repasse para os municípios com orçamento mais organizado, dentro daquilo que queremos implementar. Vamos descentralizar a saúde, fortalecer o Interior para evitar que as pessoas se desloquem por mais de 300 quilômetros de ambulância ou van para se tratar”, afirmou. “Ainda gastamos muito com combustível na saúde, com a logística. Queremos fazer o caminho inverso. Investir esse dinheiro em equipamentos e na melhoria dos hospitais, de forma regionalizada”.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, disse que os recursos para a Operação Verão serão distribuídos para os sete municípios do Litoral de maneira antecipada, a fim de melhorar a programação dos prefeitos. “No ano passado foram destinados R$ 4,7 milhões em dezembro, nesse ano serão R$ 5,1 milhões em outubro para dar tempo das prefeituras licitar os serviços e equipamentos e entrar em dezembro com tudo funcionando”, disse.

Beto Preto acrescentou que os repasses para vigilância e atenção na saúde aumentaram de R$ 18 milhões (2018) para R$ 23 milhões e que as novas obras vão suprir carências antigas dos municípios paranaenses. “Continuamos com um trabalho de economia, mas com intuito de melhorar a saúde de todo o Estado do Paraná, para as nossas 22 regiões de saúde”, afirmou.

Segundo Darlan Scalco, prefeito de Pérola e presidente da Associação de Municípios do Paraná (AMP), as prefeituras enfrentam dificuldades financeiras, atrasos nos repasses federais e precisam dos recursos do Tesouro Estadual para auxiliar as ações da saúde. “Não há como planejar nenhuma outra área sem saúde. Os recursos chegam numa hora muito vital para os cidadãos paranaenses”, disse.

VIGILÂNCIA - A atenção e vigilância em saúde atende todos os 399 municípios paranaenses e os programas estaduais voltados para as crianças, mulheres, homens e idosos. Serão destinados R$ 23 milhões para as campanhas de imunização, combate ao sarampo e dengue, cobertura contra doenças como febre amarela, leptospirose, zoonoses e intoxicação, além de vigilância epidemiológica contra doenças transmissíveis e não transmissíveis.

EQUIPAMENTOS - Os investimentos em equipamentos atenderão as urgências e emergências das unidades de pronto-atendimento (UPA), prontos-socorros, e hospitais de pequeno porte, de referência e unidades avançadas do Samu. Os recursos totalizam R$ 11,8 milhões e serão direcionados a 73 municípios de todas as regiões do Estado. Eles serão utilizados para 119 novos leitos de estabilização, kits com desfibrilador e monitor multiparamétrico, ventiladores pulmonares, eletrocardiógrafos digitais, oxímetros portáteis, aspiradores portáteis e carros de emergência e ambulâncias para o Samu.


Fonte:

Deixe seu comentário