Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

REGIÃO

Prefeito é investigado por improbidade administrativa

Segundo o MPPR, as investigações revelaram indícios de ocultação patrimonial, uso indevido de veículo público e fraudes em licitação

Postado em 28/11/2019 às 15:02

Um dos objetivos da operação é localizar comprovantes da existência de bens que, ao que se apurou, foram ocultados pelo atual gestor (Foto: RPC Noroeste )

O Ministério Público do Paraná (MPPR) deflagrou na manhã desta quarta-feira (27) a Operação Hecatombe, que apura a prática de atos de improbidade administrativa pelo prefeito de Nova Aliança do Ivaí, Adir Schmitz (PP). 

A 1ª Promotoria de Justiça de Paranavaí, responsável pela comarca, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em Maringá, cumpriu mandados de busca e apreensão em duas residências, ambas de propriedade do prefeito, e na sede da prefeitura.  

Segundo o MPPR, as investigações revelaram indícios de ocultação patrimonial, uso indevido de veículo público e fraudes em procedimentos licitatórios, em processo seletivo de contratação de servidores e em emissão de nota de empenho. Além disso, houve descumprimento de decisão judicial e recusa em prestar informações ao Ministério Público.  

Um dos objetivos da operação é localizar comprovantes da existência de bens que, ao que se apurou, foram ocultados pelo atual gestor em decorrência de ordens judiciais de indisponibilidade de bens e condenações decorrentes de processos por atos de improbidade administrativa. A confirmação da prática dependerá da análise dos documentos apreendidos. 

Em julho deste ano, o Ministério Público já havia investigado o prefeito e determinado a exoneração imediata de oito servidores por ele nomeados. 

Segundo o MP, ele teria nomeado como servidores comissionados oito parentes de sete vereadores, como forma de obtenção de apoio político na Câmara. 


(Foto : Stefhani Junior/Prefeito Adir Shmitz)

Fonte:

Deixe seu comentário