Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

SAÚDE

A primeira morte por febre amarela foi confirmada em 2018

Homem de 48 anos morava na zona rural de Teresópolis. O foi divulgado nesta sexta-feira (11), após exames laboratoriais.

Postado em 12/01/2018 às 17:30

É a primeira morte confirmada do país. (Foto: Ilustração)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou nesta sexta-feira (12) a primeira morte por febre amarela silvestre neste ano em Teresópolis, na Região Serrana do Rio. O homem, de 48 anos, morava no bairro Canoas, zona rural da cidade, e morreu no dia 7 deste mês, segundo informou a Prefeitura.

A SES disse que, em todo o Estado, foram registrados 27 casos da febre amarela silvestre no ano passado, com nove óbitos. Ao todo, a secretaria informou que 12 localidades tiveram casos confirmados da doença em macacos e garantiu que não há registros de febre amarela urbana no Estado.

A Prefeitura de Teresópolis afirma que, em 2017, não houve registros de casos ou de morte pela doença na cidade.

Morte suspeita

Um homem de 51 anos também morreu com suspeita de febre amarela na manhã desta sexta-feira (12) em Valença, no Sul do Rio de Janeiro. Outras duas pessoas estão internadas com suspeita da doença, no Hospital Escola e aguardam o resultado dos exames.

Fonte: G1

Deixe seu comentário