Portal da Cidade Cruzeiro do Oeste

POLICIAL

Polícia identifica suspeito que levou família durante roubo em Cruzeiro do Oeste

Família foi resgatada no fim da noite desta quarta-feira (27) em Guaíra e, de acordo com a polícia, vítimas não foram feridas

Postado em 28/11/2019 às 14:12 |

Foto do suspeito nas mãos do delegado da Polícia Civil, Izaias Cordeiro Lima (Foto: Rudson de Souza)

Nesta quinta-feira (28), durante entrevista coletiva na 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, a Polícia Civil informou que identificou um dos suspeitos de participar de um roubo em Cruzeiro do Oeste, nesta terça-feira (26). Paulo César Oliveira dos Santos, de 30 anos, é acusado de invadir a casa de uma família, roubar carro, moto, televisor, e ainda de levar e manter as vítimas em cárcere privado em Guaíra. 

O delegado da Polícia Civil em Cruzeiro do Oeste, Izaias Cordeiro Lima, disse que uma dupla de assaltantes manteve a família refém para que fosse facilitado o transporte dos veículos até o Paraguai e que as vítimas foram escolhidas de forma aleatória. “As investigações tiveram início a partir do roubo de uma caminhonete em Mandaguari e que acabou se envolvendo em um acidente em Cruzeiro do Oeste. Nela estava o proprietário e os mesmos assaltantes da família”, declarou. 

Após o acidente, cuja vítima, um homem de 29 anos apenas se feriu levemente, os assaltantes fugiram e entraram na casa da família, permanecendo lá, de acordo com o delegado, por aproximadamente duas horas. “Eles levaram a família para que fossem facilitadas as passagens pelos postos das polícias rodoviárias. Proprietários dos veículos não levantariam suspeitas. Depois, como é padrão neste tipo de crime, ficaram com as vítimas até que os carros fossem levados para o Paraguai”, revelou. 


O delegado da Polícia Civil em Cruzeiro do Oeste, Izaias Cordeiro Lima (centro foto) durante entrevista coletiva em Umuarama 

Outro detalhe que deu certeza à polícia de que a família estava em Guaíra, foi o registro do carro em imagem de câmera do Posto da Polícia Rodoviária Federal por volta das 02h40 desta quarta-feira (27). “O que não é muito comum foi esse tempo prolongado que a família ficou em poder dos suspeitos”, disse o delegado. Eliane Furlan dos Santos, de 27 anos, Cristiano Pereira Lopes, de 33 anos, e duas crianças, filhos do casal, foram encontrados na Estação Rodoviária de Guaíra, às 22h desta quarta, após serem libertados pelos assaltantes. Pela condição emocional da família, a polícia ainda não a ouviu, mas acredita que ela permaneceu em uma casa e que há mais pessoas envolvidas no crime. 



Coletiva de imprensa contou com a presença do delegado chefe da 7ª SDP, Osnildo Lemes, do superintendente Aécio Silveira

Ainda segundo o delegado, o crime é tratado como “roubo com restrição de liberdade da vítima”, já que em casos de sequestro há o pedido de dinheiro, o que não houve. “As vítimas não reclamaram de ferimentos, mas com toda certeza foram ameaçadas”, comentou o Izaias. 

Na presença do delegado chefe da 7ª SDP, Osnildo Lemes, o delegado que investiga o caso também destacou que participaram da ação de resgate das vítimas o Tigre, que pertence ao Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial da Polícia Civil e que cuida de ações com reféns e o Grupo de Diligências Especiais (GDE) de Umuarama. Um helicóptero ficou de prontidão em Maringá. 

Por fim, Izaias divulgou a ficha criminal do suspeito, que é foragido da Penitenciária Estadual de Maringá. Santos tem passagem por tráfico de drogas, homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Ele já esteve preso também em Foz do Iguaçu, Jandaia e Apucarana. Qualquer informação sobre o suspeito, pode ser repassada para a Polícia Civil pelos telefones (44) 3621-2650 / 3621-2683 em Umuarama, e (44) 3676-1362 / 3676-1684 em Cruzeiro do Oeste ou Polícia Militar no 190. 

Segundo o delegado Izaias Cordeiro Lima, o crime é tratado como “roubo com restrição de liberdade da vítima”

Fonte:

Deixe seu comentário